Flora intestinal: Funções e benefícios

Flora intestinal: Funções e benefícios

Com certeza, você já ouviu falar muitas vezes sobre a 'flora intestinal', por exemplo, em anúncios de iogurtes. Mas será que é realmente algo tão importante? Quais funções ela desempenha em nosso corpo? Vamos descobrir a resposta para essas e outras perguntas.

A flora intestinal, também chamada microbiota, é um conjunto de microorganismos que vivem em simbiose em nosso intestino. Convivemos com esses microorganismos pouco depois do nascimento e eles nos acompanham ao longo de toda a nossa vida.

A flora intestinal nos oferece uma ajuda inestimável para nossa saúde e bem-estar:

  • Nutricionalmente: Favorece a absorção de compostos como vitaminas e minerais. Na verdade, algumas vitaminas como a vitamina K (útil para a cicatrização de feridas) e algumas do grupo B (como a vitamina B6 que regula o funcionamento adequado de açúcares, gorduras e proteínas) não seríamos capazes de absorvê-las por conta própria.
  • Protege: O sistema digestivo é a parte do nosso corpo que recebe mais ataques de bactérias patogênicas, com 90% dos ataques totais. A flora intestinal serve como uma barreira protetora para evitar que a maioria desses ataques nos afete.
  • Imunológica: Ajuda a combater bactérias, vírus ou doenças que conseguiram, de alguma forma, entrar em nosso organismo. Ativa e fortalece o sistema imunológico aumentando nossas defesas e acelerando nosso tempo de recuperação.

Do que é composta?

É formada por aproximadamente 100 trilhões de bactérias benéficas para nosso organismo, mais do que a quantidade de estrelas na Via Láctea! Essas bactérias se dividem em 4 grupos principais e em nosso corpo formam cerca de 400 espécies diferentes, embora estudos científicos realizados ao longo dos anos tenham descoberto que existem cerca de 2.000 espécies diferentes.

Para termos uma ideia da importância da flora intestinal para nós, estima-se que o peso total dessas bactérias benéficas em nosso organismo seja de 300 a 600 gramas, chegando em alguns casos conhecidos a até 2 kg, mais do que um fígado! Saber disso nos ajuda a entender como é importante uma flora intestinal saudável para nós. É como ter um órgão extra!

O que afeta negativamente a flora intestinal?

Má alimentação: Falta de fibra e excesso de carne, gorduras e açúcar afetam negativamente a flora intestinal.

Hábitos de vida ruins: Como estresse, sedentarismo, tabagismo, consumo de álcool, falta de sono...

Envelhecimento: Infelizmente, este fator está além de nosso controle, mas a partir dos sessenta anos, o número de bactérias benéficas diminui, causando um aumento de doenças, infecções e sintomas digestivos.

Infecções virais ou bacterianas e outras doenças digestivas: Algumas como doença de Crohn ou colite ulcerosa alteram a flora intestinal.

Tratamentos pós-operatórios: Como radioterapia ou cirurgia.

Medicamentos: Embora em alguns casos os medicamentos ajudem a combater certas doenças, seu uso afeta negativamente a flora intestinal, como antibióticos.

Viagens para outras partes do mundo: As bactérias de nossa flora intestinal podem sofrer ao enfrentar patógenos de outros lugares aos quais não estão acostumadas.

Quando a flora intestinal enfraquece ou ocorrem desequilíbrios, aumenta a possibilidade de contrair infecções, alergias, dermatite, bem como problemas digestivos como constipação, diarreia, má digestão, gases ou distensão abdominal.

Como podemos fortalecer a flora intestinal?

Comendo alimentos ricos em fibra: As bactérias que fazem parte de nossa flora intestinal se alimentam principalmente de fibra. Frutas, verduras, cereais integrais, legumes, nozes e sementes são uma ótima fonte de fibra.

Evitando açúcares adicionados e adoçantes artificiais (típicos de bebidas 0%): Esses adoçantes alteram o equilíbrio da flora intestinal.

Melhorando nossos hábitos de vida: Ter um horário fixo para dormir e dormir o suficiente, limitar o consumo de álcool e evitar o tabaco, gerenciar melhor o estresse, fazer exercícios regularmente, entre outras práticas nos ajudarão a manter nossa flora intestinal saudável.

Tomando probióticos: É como pedir 'reforços'. Os probióticos são bactérias vivas encontradas em produtos como iogurtes, kombucha ou Linaloe, que ocupam seus lugares para reforçar o sistema digestivo.

Tomando prebióticos: Os prebióticos são nutrientes que servem como alimento para as bactérias que formam a flora intestinal, tomar produtos com prebióticos ajuda no desenvolvimento e fortalecimento da flora.

Consultando um profissional: Como mencionamos anteriormente, são conhecidos cerca de 2.000 tipos de bactérias que podem fazer parte da flora intestinal, embora as pessoas tenham cerca de 400 em nosso organismo. Isso significa que um especialista pode nos fazer recomendações personalizadas sobre como cuidar e fortalecer nossa flora intestinal.

Produtos recomendados para fortalecer a flora intestinal:

Linaloe A joia da coroa para a flora intestinal, sua combinação sinérgica de fibras benéficas, plantas naturais, enzimas vegetais, prebióticos e probióticos, acompanhados de Aloe Vera, o tornam um excelente aliado para a saúde geral.

Luna Por seu conteúdo de plantas, algas marinhas e fibras, tem excelente atividade para o controle de peso e como regulador intestinal, graças ao seu efeito saciante, estimulante do metabolismo basal, como regulador intestinal, diurético e relaxante.

Em sua fórmula, também encontramos Goma Guar e Glucomanano, ricos em fibra com função prebiótica por servirem como alimento natural para nossa flora intestinal.

Suco de Aloe 100% natural O Aloe Vera é um prebiótico natural devido ao seu conteúdo de polissacarídeos, que servem como alimento natural para a flora intestinal.



Existem muitos mais, recomendamos explorar a loja e descobrir todas as opções.

Publicado en 2024-04-02 Home, Mais recente 0 2818

Deixe um comentárioDeixe um respusta

Os melhores artigos

Artigo
Próximo